quinta-feira, 24 de maio de 2018

Tomba confirma apoio a Carlos Eduardo em Santa Cruz.



Anfitrião da festa da Padroeira, Santa Rita de Cássia em Santa Cruz, o deputado estadual do PSDB, Tomba Farias. disse em português claro: "Meu pré-candidato e vou votar nele para governador é Carlos Eduardo. É minha posição e não muda".

Tomba, marido da prefeita de Santa Cruz, Dra. Fernanda, é o maior líder político de Santa Cruz e jamais perdeu uma eleição no município. "Em junho faço uma festa e anuncio oficialmente o apoio a Carlos". 

Luiz Antônio Lourenço de Farias ou Tomba Farias, 59 anos, de Santa Cruz/RN, tem em sua vida pública além dos dois mandatos de prefeito por sua cidade natal, 200/2008, outros dois mandatos como deputado estadual (2010/2018).

Atualmente filiado ao PSDB, Tomba já militou no PTB, pelo qual exerceu os dois mandatos de prefeito, e no PSB, partido que lhe conferiu as duas legendas de deputado, 2010 e 2014.
Tido com independente, Farias gosta de tomar decisões autônomas e que nem sempre coadunam com as orientações das executivas dos partidos a ele filiados.







Janeiro Branco chamará atenção para a Saúde Mental no RN



A Assembleia Legislativa aprovou, por unanimidade, nesta quarta-feira (23), o Projeto de Lei do deputado estadual Gustavo Fernandes (PSDB) que institui o “Janeiro Branco” no calendário oficial de atividades do Rio Grande do Norte. O mês já é reconhecido nacionalmente pela luta da saúde mental e emocional da população.

O parlamentar destacou que o objetivo da iniciativa é promover ações de saúde mental, alertar a população para a importância do tema e provocar reflexões para identificar e combater todos os problemas de saúde relacionados à mente.

“A Campanha Janeiro Branco pode ajudar o mundo a ser um lugar melhor. Trata-se de uma campanha dedicada a convidar as pessoas a pensarem sobre suas vidas, o sentido e o propósito das suas vidas, a qualidade dos seus relacionamentos e o quanto elas conhecem sobre si mesmas, suas emoções, seus pensamentos e sobre os seus comportamentos. Quem cuida da mente, cuida da vida”, alertou.

Aprovado em todas as Comissões Temáticas da Casa nas quais tramitou e pelo plenário, o Projeto segue agora para sanção do Governo do Estado.
-- 
Assessoria de Imprensa

Allan Darlyson
Jornalista
(84) 9985-0660

Petrobras reduz preço da gasolina nas refinarias pelo 3º dia seguido



A Petrobras anunciou nesta quinta-feira (24) novo reajuste no preço da gasolina nas refinarias, a 3ª redução em 3 dias. O preço do litro da gasolina caírá 0,72% a partir desta sexta-feira (25), passando de R$ 2,0306 para R$ 2,0160.

Já o preço do diesel ficará congelado durante 15 dias em R$ 2,1016, conforme anunciou a estatal na véspera. A Petrobras decidiu na quarta-feira reduzir 10% o preço do diesel nas refinarias em meio aos protestos dos caminhoneiros pelo país. "É uma medida de caráter excepcional. Não representa uma mudança de política de preço da empresa", afirmou o presidente da estatal, Pedro Parente. "São 15 dias para que o governo converse com os caminheiros", acrescentou. A medida vale apenas para o diesel.

Com dados do G1


Hospital Onofre Lopes realiza mutirão para diagnóstico de tireoide em Natal



O Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), na Zona Leste de Natal, realiza nesta sexta-feira (25) um mutirão do Dia Internacional da Tireoide, com atendimentos independente de agendamento, para a detecção de distúrbios da glândula endócrina que produz hormônios essenciais ao funcionamento do organismo. A ação gratuita acontece das 8h às 15h. 

Na ocasião serão ofertados até mil atendimentos clínicos, com garantia da realização imediata de exames de imagem para os pacientes que apresentarem alguma alteração, além de encaminhamentos para tratamento. 

A tireoide é uma glândula com dois lobos “em forma de borboleta”, localizada na parte anterior do pescoço, abaixo da região conhecida como Pomo de Adão. Segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, um dos problemas mais frequentes da tireoide são os nódulos. Estima-se que 60% da população brasileira os desenvolverão em algum momento da vida. No entanto, apenas 5% deles são cancerosos. A identificação precoce pode ser decisiva e a palpação da tireoide é fundamental nesse processo. 

A ação mobilizará todos os médicos do serviço de endocrinologia do HUOL e será coordenada pela Dr.ª Fátima Baracho. 

Serviço 

Mutirão de tireoide
Data: Sexta-feira (25)
Horário: 8h às 15h
Local: Hospital Universitário Onofre Lopes, Avenida Nilo Peçanha, 620 - Petrópolis
Ação gratuita
Informações: (84) 3342-5050

Juiz do DF determina liberação imediata de seis rodovias federais



O juiz Marcelo Pinheiro, da 16ª Vara Federal do Distrito Federal, atendeu nesta quarta-feira (23) a pedido da União e concedeu reintegração de posse de seis rodovias federais (BR-040, BR-050, BR-060, BR-070, BR-080 e BR-251), bloqueadas em razão de protestos de caminhoneiros (leia trecho da decisão ao final da reportagem). 

Pinheiro determinou a imediata liberação do tráfego, autorizando "medidas indispensáveis ao resguardo da ordem e, principalmente, para segurança das pessoas afetadas com o movimento paredista". 

O magistrado também autorizou o uso de força policial "para assegurar que, durante a intimação dos requeridos e desobstrução das rodovias, não sejam praticados atos ilícitos ou depredatórios". 

A ação analisada foi apresentada pelo governo federal e questionou os atos da Associação Brasileira de Caminhoneiros (ABCAM). 

Segundo a União, o bloqueio de rodovias impede, inclusive, que caminhões-tanque da empresa BR-Distribuidora, subsidiária da Petrobras, entreguem combustível no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, o que coloca em risco o serviço aéreo nacional. 

O juiz afirmou que as rodovias são bem público e que, estando comprovada a invasão das áreas, elas devem ser restituídas e desocupadas. Ele afirmou que não se trata de impedir os protestos, mas que não se pode impedir a passagem. 

"Não se cuida, sob nenhuma perspectiva, de impedir o direito de manifestação daqueles que atualmente ocupam as rodovias, apenas necessária intervenção judicial para coibir o excesso nas condutas noticiadas, sobretudo no que se refere à obstrução total do tráfego de veículos nas regiões indicadas na inicial." 

Com dados do G1

Câmara aprova projeto da reoneração que elimina cobrança de PIS-Cofins sobre diesel até o fim de 2018



A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira (23), em votação simbólica, o projeto que elimina a cobrança de PIS-Cofins sobre o diesel até o fim de 2018. Todos os destaques (propostas de alteração do texto) foram rejeitados. A proposta ainda precisa ser analisada pelo Senado, antes de seguir para a sanção presidencial. 

Incluída no projeto que reonera a folha de pagamento das empresas de 28 setores da economia, a medida foi aprovada para tentar conter a paralisação de caminhoneiros após várias reuniões de representantes do governo com a categoria

Nos últimos dias, caminhoneiros têm bloqueado rodovias em todo o país em protesto contra os sucessivos aumentos no preço do diesel, motivados pela política de preços da Petrobras, que determina o valor da venda dos combustíveis aos distribuidores com base na oscilação do preço do petróleo no mercado internacional e na variação do dólar. 

A Petrobras já informou que não mudará a política de reajustes. Mas na noite desta quarta anunciou uma redução de 10% por 15 dias no preço do diesel vendido pelas refinarias como um "gesto de boa vontade" para dar solução à crise motivada pelo movimento dos caminhoneiros. 

De acordo com o relator da proposta aprovada na Câmara, deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), a estimativa é que a reoneração da folha das empresas vai significar uma arrecadação adicional para o governo de R$ 3 bilhões. 

Segundo ele, essa quantia compensará a perda com retirada do PIS-Cofins do preço do diesel, estimada no mesmo valor. 

"A redução do preço do diesel seria de 14%, ou seja, significativa. E o governo vai arrecadar com a reoneração. E tem estudos que mostram que o governo está arrecadando mais. Então, ele tem, sim, margem para adotar medidas para estimular a economia", afirmou o relator. 

Com dados do G1

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Supermercados desabastecidos



O movimento dos caminhoneiros também tem provocado falta de produtos nas prateleiras dos supermercados em diversos estados. “Isso poderá se estender para todo o Brasil nos próximos dias, se algo não for feito”, disse a entidade em nota.

Segundo a Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), foram registrados até a tarde desta quarta casos de desabastecimento em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Ceará, Tocantins, Santa Catarina e São Paulo.
No Rio de Janeiro, a falta de produtos já começou a impactar os preços, com o valor de um saco de batata chegando a R$ 500 na Ceasa. Em Juiz de Fora (MG), uma rede de supermercados colocou cartazes em várias lojas avisando sobre a possibilidade de falta de alguns produtos.

Na Ceagesp, em São Paulo, os carros estão vazios ou parados, enquanto funcionários ficam à espera de serviço. Os boxes estão com caixas vazias, pois, desde terça-feira (22), não chega mercadoria. A companhia confirmou, por meio de nota, que a greve dos caminhoneiros está afetando o abastacimento e que "alguns produtos começam a ter problemas na oferta/chegada".

Dados do G1

Greve de caminhoneiros paralisa mais da metade da produção de carne suína e de aves, diz associação



Em meio aos protestos dos caminhoneiros, associações relatam impactos na produção e distribuição de alimentos, enquanto supermercados e postos de combustíveis em vários estados enfrentam dificuldades para repor os produtos.

Segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), mais da metade da produção de carne suína e de aves já está parada, com 78 frigoríficos com operações suspensas. A Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (ABIEC) acrescenta que há também impactos na produção de carne bovina.

Até agora, 129 frigoríficos já pararam as produções de carne bovina, suína e de aves. As associações que representam os setores estimam que esse número suba para 208 até sexta-feira (25) se a situação não se normalizar. Caso isso se confirme, o resultado será a paralisação de cerca de 90% da produção nacional de carne.

Entre as grandes empresas produtoras de carne, a JBS e a BRF anunciaram paralisações. A primeira diz que “está adotando medidas em suas operações (fábricas) e logística, que inclui a paralisação de algumas unidades de carne bovina, aves e suínos, em razão da impossibilidade de escoar sua produção”. As unidades paralisadas pela JBS ficam em 5 estados (Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul).

Já a BRF anunciou paralisação da produção em virtude da dificuldade de escoar os produtos, além da falta de recebimento de matéria prima, insumos e animais para abate. Segundo a Reuters, são 13 unidades com operações suspensas nesta quarta.

A produção de outros alimentos também é impactada, como o leite. No Paraná foram descartados 6 mil litros em dois dias por causa da dificuldade de escoar a produção. Outro produtor jogou fora um total de 1,3 mil litros pelo mesmo motivo.

Com dados do G1

Protestos se espalharam por todo Brasil



A subida do preço do combustível nas últimas semanas provocou uma série de manifestações no país. Nesta quarta-feira, a manifestação entrou no terceiro dia e os caminhoneiros bloquearam estradas em 23 estados e no Distrito Federal.
No Rio Grande do Norte, em mais um dia de protestos, caminhoneiros bloquearam parcialmente trechos de quatro rodovias federais no Rio Grande do Norte: BR-101, em Parnamirim e Nísia Floresta, cidades da Grande Natal; BR-304, em Mossoró, na região Oeste; BR-226, em Santa Cruz, no Trairi; e BR-427 em dois trechos: em Currais Novos e em Caicó, no Seridó.

Até a última atualização desta matéria, permaneciam interditados os trechos da BR-101 em Parnamirim e Nísia Floresta; a BR-304, em Mossoró e a BR-427 em Caicó.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, pneus foram colocados sobre as pistas. Nas quatro rodovias, uma faixa em cada sentido ficou livre para o trânsito, e apenas os caminhões eram parados.

Em Mossoró, o protesto começou às 8h30 na altura do Km 33. Em Santa Cruz, a rodovia foi fechada no Km 108 por volta das 9h. Em Currais Novos, o bloqueio foi montado no Km 01 por volta de 9h30, segundo informações da PRF.

De acordo com a PRF, por volta das 17h40 os manifestantes liberaram o trânsito na BR-427, em Currais Novos, e na BR-226, em Santa Cruz.

Governo inaugura 'Café Cidadão' que oferece café da manhã por R$ 0,50 em Parnamirim, RN



O Governo do Estado abriu nesta quarta-feira (23) uma unidade do Café Cidadão em Parnamirim, na Grande Natal. O local vai oferecer, diariamente, 300 cafés da manhã pelo valor simbólico de R$ 0,50 cada.

A dona de casa Maria de Fátima Garcia, moradora do município, provou o primeiro café da manhã oferecido no local nesta quarta. “Esse café é maravilhoso, com boas opções e preço excelente. Vou juntar todas as moedinhas pra comer aqui todos os dias”, disse.

O Café Cidadão é um programa de segurança alimentar, voltado para a população em vulnerabilidade social. O cardápio é composto por café, pão, leite, bolachas, suco, cuscuz, frutas e produtos regionais. De acordo com a Secretaria do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), o projeto está presente em mais de 20 municípios potiguares e oferece cerca de 100 mil cafés por mês.